Updates +
Devido ao hiatus, não estamos moderando nem respondendo nenhum comentário, porém o blog continua aberto para visualização. Obrigada pela visita ♡

20 de julho de 2014

Surrealismo e nonsense


        Aproveitando o embalo que tomei ao escrever sobre meu assunto preferido, teorias totalmente absurdas, em um tópico por aí (xxx), resolvi trazer um pouco disso para vocês. Vocês conhecem non-sense? Sim sim, aquelas histórias/conceitos a lá Franz, de onde surgem coisas que não fazem o menor sentido, ou onde em uma bela manhã você acorda e... *bum* Você tornou-se uma barata. Então, bem vindos ao mundo do surrealismo/non-sense; ajeitem seus óculos e preparem-se para a aula de história/artes mais interessante de suas vidas c:



        Em primeiro lugar, o que é surrealismo? Bem, surrealismo é um movimento artístico do século XX, surgido em Paris, fruto das teses de Sigmund Freud, (é fróid, sim) o criador e pai da psicanálise - Análise, não psicologia, vale ressaltar! Por que? Oras, 'logia', do grego, que refere-se a estudos, argumentos, pequisas, ciência; e análise nem de longe é ciência, não faz sentido? Mas, se analisamos algo, não estamos estudando-o? Se estão pensando assim, estão um passo a frente em nossa jornada torta sobre non-senses, surrealismo e teorias nada a ver!
        Explicando melhor, todo o conceito de Surrealismo, vou contar-lhes uma histórinha básica, bem por cima, mas se ficarem interessados podem pesquisar pela web  ♥
        Imaginem nos tempos de hoje, os livres pensadores (também chamados agnósticos, indiferentes ou tachados de ateus -que é uma ideia errônea deles) que questionam toda a existência da matéria, toda a vida em que estamos, o plano no qual existimos, aqueles que questionam e buscam por uma explicação para cada uma de todas as minúsculas formas de vida que há, desde uma ameba, até vida no espaço. Surrealismo referia-se a isso: Surrealistas questionavam culturas e crenças vigentes na Europa, bem como a postura humana, vulnerável frente a uma realidade cada vez mais complexa e difícil de dominar. O surrealismo englobava adeptos ao Dadaísmo.
        A teoria freudiana tinha um grande peso na ideia surrealista, que valorizava acima de tudo o desempenho da esfera do inconsciente no processo de criação. Estão acompanhando? Bem, em outras palavras, surrealistas acreditavam que enquanto pintavam, deveriam levar em conta não só o que seus racionais diziam, sua mente consciente, mas também aquilo que o lado inconsciente deles sussurrava, o lado louco de cada pessoa era retratado nas obras surrealistas. O surrealismo procurava expressar as manifestações desse lado e a ausência de racionalidade humana. Além dos dadaístas, ele se inspira na meta física de Giorgio Chirico (um pintor italiano, pesquisem sobre ele e verão que em muitos lugares ele é dado como percursor do surrealismo).
Pintura de Vladimir Kush
Pintura de Vladimir Kush
        Pegaram? A ideia do surrealismo me fascina. Agora pensem comigo, surrealismo como todo bom movimento, não fica apenas nas artes, mas vai pra literatura também. Pensando dessa forma, non-sense não deveria ser uma forma de surrealismo?
        Mas será que toda non-sense se enquadra no movimento surrealista? Em alguns livros, como o que eu citei no comecinho desse post, pelo caráter improvável da trama, há quem enquadre tais narrativas na categoria do surrealismo.
        No começo, podemos ficar desnorteados com toda a história de A Metamorfose, assim bem como ficamos certo tempo sem entender de nenhum ângulo ou forma uma obra surreal, mas a verdade é que no fim, tudo até que faz sentido, tem certa lógica, sendo assim, a obra de Kafka nunca poderia estar na categoria do surreal, porque apesar de semelhante, existem características de sua história que são totalmente distintas desse movimento. Vocês sabem quais são? Bem, eu não sei de todas, na verdade uma só basta para que vocês entendam: Em uma narrativa surrealista, as palavras devem ser escritas conforme fluem, não necessitam de explicação ou coerência, ou ao menos um objetivo em lê-las. Vêem? Olhando por esse lado, percebemos que non-sense e surrealismo, apesar de andarem juntos, são diferentes. 
        Se somente esse meu 'por cima' intrigou vocês, não deixem de pesquisar mais c: O blog não tem um objetivo mas quem sabe um deles, com essas postagens, seja que vocês aprendam coisas mais interessantes. Eu pretendo continuar falando de meus gostos literários e artísticos para qualquer um que quiser saber, e cabe a cada um decidir ler ou não, mas eu realmente gostaria que continuassem lendo esses tipos de postagens, eu acho realmente importante a troca de conhecimento entre as pessoas.
        Deixem suas opiniões nos comentários, alguma correção referente ao meu texto ou minhas explicações que não são tão claras quanto eu acho que são (porque eu tenho sério problemas em explicar para os outros o que eu pensei)
        Não deixe de visitar também as fontes, que me foram muito úteis e de brinde ainda tem algumas recomendações de livros com traços referentes ao surrealismo. (xxx) (xxx)
        Alguns assuntos interessantes são o dadaísmo, no qual eu toquei aqui e deixei o link, e o simbolismo. O romancismo também é incrível e, enfim, praticamente qualquer movimento artístico e/ou literário tem a sua graça.
        Nos vemos por aí, em qualquer outra postagem, lembrem-se de que qualquer opinião conta c:

4 comentários:

  1. Ai meo deos ºoº essa foi a melhor postagem do mundo <3(serio :v)
    eu adoro esses assuntos >___> apesar de ser meio confuso

    ResponderExcluir
  2. Awwwn me abrace ♥ Eu também amo e sou todo o conceito nonsense, e os movimentos artísticos literários me encantam demais, eu planejo fazer mais postagens nesse estilo c:

    ResponderExcluir
  3. Nossa, não conhecia muito desse assunto... Já havia ouvido falar mas nunca me interessei :/ Mas com certeza tirei muito proveito da sua postagem. Percebi que essa é uma matéria meio complicada né? Mas ao mesmo tempo dá vontade de sempre saber mais e mais... Amei ♥ uheuhe, Beijos ♥

    www.pumpcolor.com.br | Está aceitando afiliação? Seguindo o blog ♥♥

    ResponderExcluir
  4. É meio estranho no início mas conforme você se acostuma com essas teorias e movimentos bizarros vocês começa a amar (o u o *) Sim, nossa, sempre quero pesquisar e ler mais e mais sobre esse assunto. Sobre afiliação, me desculpe mas eu pretendo acabar com todos os afiliados do blog, a exclusão do gagdet está prevista pra hoje mesmo, sinto muito :c Espero que entenda mas depois de tanto tempo como blogueira aprendi que afiliações não são algo que funcionam como deveriam, apesar de ser uma forma interessante de publicidade para o blog, realmente me desculpe mas prefiro não me vincular a nenhum outro blog por agora.

    ResponderExcluir